31 de janeiro de 2012

Buscando novas informações sempre

Lembre-se: Tudo que funciona hoje, não funcionará para sempre! Utilize constantemente novos estímulos.

O que você faz hoje em relação a dieta e treinamento na musculação são estratégias usadas para dar vantagem sobre o que você estava fazendo anteriormente. Correto?

Quer saber o por que seu treino, suplementação, dieta não está rendendo mais resultados que você tanto almejava? 

Seu corpo busca a homeostase e quando você insiste em fazer a mesma coisa por um longo período de tempo, seu corpo acabará se adaptando e não terá mais nenhuma evolução. Por exemplo: Fazer a mesma série na musculação por meses seguidos, comer sempre as mesmas coisas de segunda a segunda sem nenhuma variação. Até os bodybuilders profissionais, necessitam dar constantes estímulos em suas dietas e treinamentos para evoluir.

Não adote o pensamento de "tudo ou nada”. Essa atitude pode ir ao contrário de seus objetivos a longo prazo. Se você estiver fazendo uma dieta, não tente apressar o processo reduzindo calorias, carboidratos, gorduras, glúten ao nada. 

Quando você está em uma fase de ganho de massa, tenha em mente que você deve alimentar o seu corpo até um certo ponto, mas a adição de milhares de mais calorias do que você precisa para a manutenção só vai incentivar o armazenamento de gordura corporal. É esse ponto de equilíbrio que você deve descobrir. Não comer de menos ao ponto de não crescer e nem comer além da conta para não engordar. E não insistir em dietas restritas, treinamentos com carga máxima constantemente, por longo período de tempo. 

Torno a lembrar que: Seu corpo busca a homeostase e quando você insiste em fazer a mesma coisa por um longo período, seu corpo acabará se adaptando e não terá mais nenhuma evolução. 

Lembre-se: Depois de seu ápice, é hora de mudar as coisas. Vá para a sua próxima estratégia ou para a próxima fase. Dê sempre ao corpo estímulos novos para continuar se desenvolvendo constantemente.

30 de janeiro de 2012

Metabolismo Lentooooo



Como pouco e não emagreço. Será que meu metabolismo é lento? Quem deseja perder peso já se fez essa pergunta alguma vez.
É muito comum as pessoas terem dúvidas sobre a ação do metabolismo no processo de emagrecimento. Para entender melhor o metabolismo é o processo que transforma os nutrientes e outras substâncias químicas em energia para manter o corpo funcionando. O metabolismo retira dos alimentos as calorias necessárias para vivermos. O funcionamento do metabolismo é, em grande parte, determinado geneticamente. Em 80% da taxa metabólica, a pessoa não tem condições de interferir, porém nos outros 20% é possível alterar o resultado a seu favor. Veja como.

1- Alimentos gordurosos devem ser controlados de maneira que façam parte da alimentação, porém sem abuso. A ausência de gorduras diminui a produção de hormônios, provocando a diminuição do metabolismo. Utilize gorduras extraídas de nozes, de castanhas e do óleo de oliva.

2- Os grandes intervalos entre as refeições devem ser evitados porque o metabolismo torna-se mais lento como forma de poupar energia. Os médicos e nutricionistas aconselham a fazer seis refeições diárias, com lanches leves entre o café da manhã, o almoço e o jantar. Assim, o metabolismo mantém-se ativo durante o dia todo.

3- A atividade física deve, preferencialmente, combinar exercícios aeróbicos com ginástica localizada ou musculação. A prática regular produz uma ação metabólica contínua, acelerando o metabolismo. Os exercícios aeróbicos intensos, como bicicleta, esteira, natação e caminhada aumentam em até 25% a taxa metabólica durante um período de 12 a 15 horas após sua execução.

4- Os músculos exercem papel fundamental no metabolismo. Músculos vigorosos produzem mais gasto calórico, independente da idade da pessoa. Isso porque os músculos são tecidos vivos e queimam calorias 24 horas por dia, já que são feitos para trabalhar. O tecido muscular é o que consome mais energia do organismo. A manutenção da massa muscular está diretamente ligada à prática de exercícios.

5- A falta de água desacelera o metabolismo porque quase todas as funções do corpo dependem da sua presença. Ela é fundamental para transportar vitaminas, minerais e hormônios, para eliminar toxinas e para o bom funcionamento dos intestinos. Recomenda-se beber pelo menos de 8 a 10 copos de água por dia.

6- Em dias mais frios, o corpo consome mais energia para manter-se aquecido, acelerando o metabolismo. Essa visão geral sobre o metabolismo permite concluir que muitas vezes é necessário mudar nossos hábitos alimentares e praticar exercícios físicos, para que o metabolismo trabalhe em nosso benefício.

Por Flávia Leão Fernandes
Psicóloga - CRP 06/68043

29 de janeiro de 2012

O que aprendi nesses últimos dias !!!

Eu sei que alcançar o peso desejado é apenas metade do caminho na minha dieta. 
Tenho isso na minha mente porem ainda não sei como evitar o efeito sanfona
Sei tbm que é comum que as pessoas se sabotem não apenas no período da dieta, como no período que se sucede a ela, pela simples falta de informação. 

Sei que a minha dieta não ira terminar quando eu finalmente alcançar meu peso desejado, sei que ainda irei precisar de cuidados extras após esse período. 

Justamente por desconhecer esta informação.

Conheço casos de muitas pessoas que não conseguem manter os bons resultados de suas dietas, sofrendo do chamado “efeito sanfona”. 

Isso muito me assusta....


Ouvi dizer que ao perder determinado peso (e com ele, percentual de gordura), irei precisar muito da colaboração do meu corpo, até que ele aprenda a funcionar de forma harmônica com esse meu novo peso.

Ouvi também que isso irá demorar um certo período de adaptação.

De imeditato meu corpo não sabe que eu fiz uma dieta por vontade própria, ele pode entender que ocorreu uma privação de alimento e tentar reverter a situação pensando no meu bem estar, na minha sobrevivência.
 
Exemplo: Estima-se que o corpo demore cerca de um mês por cada quilo perdido para se conformar e aprender a funcionar normalmente com o novo peso. Por exemplo, se você perdeu 5kg, seu corpo demorará 5 meses para aprender a funcionar com este novo peso e só depois desses 5 meses é que podemos dizer que o peso foi estabilizado. A gente sabe que ser humano não é matemática, cada organismo tem seu tempo, é apenas uma estimativa.

Por isso, que continuo com medo e irei necessitar de muita atenção quando eu finalmente alcançar minha meta. 

Não poderei relaxar, ou seguer diminuir os exercícios aeróbicos e deixar de realizar a famosa dieta.

Continuarei lutando “contra” meu corpo. “Contra” no sentido de que ele pensa que o melhor para mim e me fazer engordar, seja reduzindo meu metabolismo, seja me estimulando a comer calorias, tudo isso com o objetivo final de garantir minha sobrevivência. Meu organismo vai fazer de tudo para que eu volte ao meu peso antigo: despertar sinais de fome, desejo por carboidrato, dar sinais de fraqueza e me recompensar com uma rave de hormônios que provocam bem estar quando não resistir e acabar comendo algo extremamente engordativo tenho ciencia de que haverá muitas outras provações. 

Por isso que a partir de agora Irei precisar de muita Determinação para continuar firme e forte, ou seja a minha dieta só irá terminar quando acabarem os meses relativos ao peso que irei perder.

Esta é a receita básica que aprendi lendo historias de quem conseguiu driblar o efeito sanfona e realmente do fundo do meu coração pretendo coloca-la em prática da melhor maneira possivel em minha nova vida.

Terei sempre em mente que enquanto não passar esse prazo de meses correspondentes aos quilos que eliminei estarei todo esse tempo dormindo com o inimigo. Ou seja meu corpo pode tentar me sabotar.
 
Conclusão mesmo quando já tiver alcançando o meu peso desejado Será Ótimo, Parabéns para mim.
Poderei comemorar e muito! 

Mas nunca mais podeirei me descuidar .

28 de janeiro de 2012

Quer emagrecer? Mude de atitude!


Para iniciar mudanças de Atitude, siga os passos

1) Cerque-se de pessoas bem sucedidas,- (qual é sua meta, emagrecer,cerque-se de pessoas com hábitos saudáveis )  inspire-se em quem tem sucesso naquilo que você busca .
2) Amplie seus horizontes, - já percebeu que dietas de privação, não levam a nada, só a engorda, pois é REABILITAÇÃO ALIMENTAR é o caminho .
3) Não tema o fracasso, - todos os bem sucedidos, um dia fracassaram . O segredo é ver no fracasso uma oportunidade de aprender, crescer com aquilo que deu errado, mudar o caminho. 
4) Assuma a responsabilidade por suas ações, - não culpe pessoas, situações, sentimentos por aquilo que ainda não conseguiu, quando comer qualquer coisa sem fome verdadeira, tenha consciência que:
 "a mão que leva comida à sua boca é a sua mão"
5) Faça o melhor que puder em cada situação, sempre, -  temos talentos naturais que devem ser reconhecidos e trabalhados, aprenda a reconhecer os seus, empenhe-se em uma melhoria gradual, não espere o momento ideal, trabalhe com a sua realidade, celebre cada conquista.
Quer mesmo emagrecer, então foque no prazer de ter um corpo e uma mente aliados na sua nova conduta.

27 de janeiro de 2012

Ainda tentando entender um tiquinho mais sobre meu problema

                                                     
                                                     Existe cura para Obesidade ?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade é definida como um problema de saúde pública, integrando a lista dos dez fatores de risco para saúde global e classificada como epidemia. Os dados da OMS revelam que há 300 milhões de obesos no mundo e, destes, um terço está nos países em desenvolvimento. ?
Segundo estudos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de pessoas obesas está aumentando. As pesquisas indicam que há cerca de 17 milhões de obesos no Brasil, o que representa 9,6% da população.
O curioso é que 70% das pessoas que estão acima do peso, não sofrem de fome, mas sim de vontade de comer, ou seja, não comem apenas para abastecer o físico, mas utilizam-se do alimento a fim de suprir uma carência, desequilíbrio emocional ou como compensação.
Mas afinal, obesidade é apenas uma doença física? Está relacionada à estética e moda ou local e época? É decorrência de emoções e sentimentos em desalinho e mal resolvidos? O que leva uma pessoa a se alimentar diariamente de forma desregrada e engordar a cada semana, a cada mês, sem que tenha força para buscar uma solução definitiva?
A questão é bastante polêmica e objeto de estudo há muito tempo, tanto no que tange as causas como soluções.
Porém, entendo que enquanto você acreditar que o excesso de peso é apenas um problema hereditário, distúrbio de glândulas, descontrole alimentar, vida desregrada, ou seja, identificar o causador da doença somente como fator externo, não obterá a cura profunda e definitiva.
Não há como negar que tais fatores são auxiliares no aumento de peso, mas deve-se compreender que há uma causa mais profunda e íntima, ligada à consciência, de acordo com os pensamentos, sentimentos e atitudes constantes.
Desta forma, a obesidade não pode mais ser vista apenas como uma doença do físico, mas principalmente dos corpos emocional, mental e espiritual. É o organismo (o qual é o reflexo do interior), mostrando que a essência, a alma, está doente.
Nesta senda, conclui-se que é possível obter mudanças físicas significativas e duradoras somente quando descoberta a verdadeira origem da obesidade. Curar a causa, considerando que a gordura corporal é apenas o efeito.
Vemos casos em que ocorre uma perda de peso bastante significativa, mas em poucos meses, os quilos eliminados e alguns mais retornam, desmotivando ainda mais o indivíduo.
Isto ocorre porque a causa primária da obesidade não foi curada e ninguém consegue permanecer uma vida inteira de dieta, pois é preciso aprender comer e não compensar as desilusões na alimentação. A comida não pode ser utilizada como companheira nos momentos de tristeza e solidão, nem como vilã, quando em processo de emagrecimento.
Oportuno mencionar que muitos são os casos em que as pessoas não dão atenção à saúde ao buscar o emagrecimento do corpo físico, mas à moda, à mídia, que mostra a magreza excessiva como sinônimo de beleza.
Antes de tudo, é necessário a autoaceitação e entender o real motivo de estar engordando, verificando se realmente está acima do peso ou com algum distúrbio alimentar (bulimia, anorexia), emocional ou mental, que faz com que a realidade seja mascarada.
Em outras situações, as pessoas estão tão descontentes com a vida que recorrem à dietas malucas e tidas como milagrosas, colocando em risco sua saúde. Porém, sabe-se que inexiste beleza do corpo físico que cure a autoimagem.
É fato que o indivíduo obeso tem a vida altamente prejudicada, seja nos aspectos pessoal, profissional, familiar, social e ainda tem sua saúde debilitada, o que gera várias doenças decorrentes do peso excessivo.
E quando isso tudo ocorre, com certeza, traz prejuízos à alma: sentimentos de inferioridade, culpa, desprezo por si mesmo, desespero, falta de iniciativa.
Assim, muitas vezes as pessoas utilizam-se de dietas sem acompanhamento de profissionais capacitados, bastante restritivas, que além de não funcionarem, afetam a saúde física e psíquica.
E nesta luta contra a balança, comida e imagem pessoal, o obeso tenta vários métodos, que percebemos cada vez mais difundidos e alguns disponíveis a qualquer classe econômica, mas que trazem perigos para a saúde.
Mas será que existem formas de emagrecimento eficazes e permanentes? Será que a mente, o pensamento positivo, a persistência, a autoestima, a espiritualidade podem contribuir para o emagrecimento? E como atingir tal estado? O que é preciso eliminar da vida para ser feliz e saudável?
Primeiramente, você precisa eliminar a vitimização de sua vida, pois, não é o marido, por exemplo, que lhe deixa acima do peso, não é o chefe, que considera chato que dificulta o seu emagrecimento, não são os filhos, nem a vida agitada, nem a falta de tempo, mas somente você.
É preciso olhar para dentro, para essência, e entender os sentimentos, pensamentos e emoções e, o quanto eles contribuem para que você continue a se alimentar em demasia, a fim de compensar uma vida sem propósito. Identificar qual a emoção ou sentimento desencadeado no momento da alimentação, a partir de então, você perceberá que está comendo para suprir uma necessidade emocional, mental, ou espiritual, mas não física.
Em segundo lugar, agradeça o corpo que tem, pois é seu templo sagrado, a morada de sua alma, feito sob medida para mais uma jornada evolutiva.
Sabemos que a gratidão é um dos sentimentos mais nobres e libertadores. Se você quer saúde e felicidade deverá agradecer suas bênçãos, ser grato por tudo que tem em sua vida em todos os setores e por tudo que conquistará. Ao ter consciência da perfeição divina, certamente os cuidados com o físico se intensificarão, à medida que o exterior é o reflexo do interior.
Então, se o corpo físico está inchado e gordo, como será que está seu interior? Será que o sentir e pensar não está intoxicando a morada física?
Porém, não esqueça de não colocar-se na posição de vítima, pois, não foi Deus, o Universo, que fez você engordar, mas você mesma.
Prosseguindo, se até o presente momento as escolhas que você fez em sua vida não foram acertadas ou lhe trouxeram angústia e tristeza, coloque um ponto final nisto e parta para ação. Na condição de humanos, inseridos no mundo da matéria, muitas vezes ocorre a falha, mas o que não pode ocorrer é permanecer no erro.
E a comida, em alguns casos, é uma forma de autopunição e autossabotagem, falta de coragem para eliminar da vida tudo que não traz felicidade, seja um relacionamento, uma mágoa, um trabalho que não traz satisfação, um desafeto não resolvido.
Então, a partir de agora, responsabilize-se por todos seus atos, agradeça as benções que possui e esqueça o passado, não alimente a mágoa, o ressentimento por si própria ou por terceiros.
Inicie um programa de exercícios físicos, nem se for uma caminhada de quinze minutos diários, pois quando você se exercita, se sente mais disposto, com mais coragem e discernimento em suas escolhas e projetos, inclusive, os pensamentos tornam-se mais rápidos.
Nesta senda, percebemos que a lentidão da pessoa gorda não é apenas do corpo físico, mas da mente, de seus pensamentos, pois normalmente o gordinho espera sentado a vida lhe levar. Aguarda para fazer exercícios, para iniciar uma reeducação alimentar, para tomar decisões, dependendo de fatores externos e terceiros.
Sabemos que o Universo não é estático, desta forma, como também somos parte integrante do Todo, nossa natureza é o movimento, a atividade física. Observando as crianças, percebemos que estão em constante movimento, sentindo prazer em tal escolha. Para elas permanecer parado não é algo natural.
Desta forma, se você sente indisposição para atividade física, apenas acostumou-se com o comodismo, com um estilo de vida sedentário, porém, pode ser modificado.
Ao iniciar uma atividade física regularmente você envia uma mensagem para seu corpo de que está novamente ativo, pois o movimento é sua verdadeira natureza.

Outro fator importantíssimo é você não esquecer que somos o que pensamos ou tememos ser. Você não é gordo, está gordo ou acima do peso, o que é bem diferente.
Substitua os pensamentos depreciativos de sua imagem física por elogios, perdão, amor por si próprio, pois se você amar-se verdadeiramente, ocorrerão mudanças positivas em todos os aspectos do ser.
Não se iluda fingindo para você mesmo que pensar, sentir, agir de forma positiva não lhe trará benefícios, pois não fomos nós que inventamos a lei universal da atração e, há milhares de anos Grandes Mestres e personalidades da história tratavam sobre o assunto.
O imprescindível para ter coragem, disposição e persistência para realização das mudanças necessárias, sem dúvida, é a busca da verdade interior. A pessoa obesa ou acima do peso, embora tenha passado uma vida em tentativas frustradas de emagrecimento, dando atenção ao invólucro físico, ainda não tentou o mais importante, que é dar atenção e cuidados a sua essência, através de autoconhecimento, seja através de terapia, meditação, reiki, regressão, oração, ou tantos outros métodos de cura natural e holística.
Portanto, não esqueça que você é um ser espiritual vivendo uma experiência física e precisa dar atenção a sua alma, buscar espiritualidade (que é diferente de religião), se conhecendo, prestando atenção as suas emoções, sentimentos, pensamentos, curando os aspectos negativos e dando ênfase aos positivos.
Isso porque, a fome interior não é saciada com a alimentação da terceira dimensão, mas apenas e unicamente com comida/alimento espiritual.

26 de janeiro de 2012

Tentando entender um pouco do assunto

A obesidade começa na cabeça

Para o médico argentino Máximo Ravenna, o excesso de peso é fruto de uma compulsão gerada por certos alimentos e estimulada pelo ambiente onde vivemos

por Diogo Sponchiato
A obesidade começa na cabeça
Há 23 anos, o clínico-geral e psicoterapeuta Máximo Ravenna começou a formular um método de emagrecimento capaz de superar os resultados insatisfatórios que, até então, observava em boa parte dos pacientes acima do peso. Ao reunir sua própria experiência a evidências científicas, ele criou um sistema que combina trabalho psicológico, eleição de alguns grupos alimentares e atividade física com o objetivo de mudar o comportamento do obeso e ajudá-lo a se livrar de vez (e, diga-se, depressa) de 20, 30... 60 quilos. O método, batizado com o seu sobrenome, já foi adotado por cerca de 50 mil indivíduos mundo afora — quase 5 mil no Brasil, onde o especialista mantém duas clínicas, uma em São Paulo e outra em Salvador. Aproveitamos o lançamento de seu primeiro livro no país, A Teia de Aranha Alimentar (Editora Guarda-Chuva), para conversar com o médico sobre o avanço da obesidade, o vício por comida e as medidas para contê-lo.

SAÚDE - O senhor usa a metáfora da teia de aranha para explicar como alguns alimentos nos tornam presas deles e nos fazem engordar. Essa teia sempre existiu?

MÁXIMO RAVENNA - Não, ela é um fenômeno
que começou a aparecer nos últimos 40 anos, com o modelo americano de globalização alimentar, marcado por uma sobreoferta de comida e o acesso fácil a ela. Os Estados Unidos foram o primeiro país obeso da história — isso já na década de 1960. Com o tempo, esse problema se estendeu por outras nações, especialmente entre grupos que já tinham maior predisposição genética para engordar. Hoje, a obesidade afeta 25% das pessoas no globo, e o sobrepeso, 40%. E vê-se que, com o aumento da longevidade, também cresce o risco de ficar acima do peso.

Como o mundo conspira para engordarmos?
O padrão de alimentação mudou e o sedentarismo avançou. As pessoas passam horas confinadas em ambientes fechados e sofrem cada vez mais com o estresse. Isso cria uma demanda por alimentos apetitosos e faz desenvolver uma necessidade de buscar algo de que não precisamos de fato para sobreviver. Assim como o ser humano incorporou o tabaco e o álcool no dia a dia, que são totalmente dispensáveis para o funcionamento do seu corpo, ele passou a recorrer aos doces, aos biscoitos, às massas... Nem sempre quer comer, mas acaba fazendo isso de modo automático e distraído. E há quem enxergue na comida uma forma solitária e prazerosa de fazer um stop na rotina. A grande questão é que essa gente prioriza itens que mexem com a bioquímica cerebral.

E quais são esses alimentos? Como eles interferem em nosso cérebro?
Estou falando daqueles feitos de farinha refinada, açúcar e gordura saturada, dos produtos processados e industrializados. Seus ingredientes não têm muito valor nutricional e ainda são capazes de alterar, na massa cinzenta, os níveis de neurotransmissores como dopamina e serotonina, relacionados à sensação de prazer e bemestar. É por isso que o seu consumo gera dependência. Os sistemas cerebrais afetados por eles são os mesmos estimulados por drogas como anfetaminas e até a cocaína. Aliada aos apelos das propagandas e das embalagens, a receita desses alimentos instiga exageros e compulsões.

O senhor condena os carboidratos?
Devemos evitar os carboidratos refinados, aqueles de massa branca, e dar preferência aos integrais, ricos em fibras e que, assim, agregam valor àquilo que comemos.

O que leva alguém a se viciar por comida?
Há estudos mostrando que os indivíduos engordam por causa do ritmo de trabalho, da perda da vaidade ou porque trocam o vício do cigarro pelo da comida. Quase sempre há falta de reflexão e autoconhecimento. Assim, a ansiedade e o estresse não fazem necessariamente que você se vicie em um alimento, mas passe a usálo para descarregar a tensão. As pessoas se apegam a ele sem saber o que se passa dentro delas, quase que por distração. Daí, se procuram ajuda médica e o tratamento não dá tanto resultado, se frustram a ponto de descontar no prato e comer mais e mais. O mesmo raciocínio se aplica a quem faz uso de remédios para emagrecer. Se o paciente não aprende a se cuidar, isto é, dominar sua tendência a abusar, ficará mais uma vez acima do peso.

Até que ponto a personalidade ajuda a ditar o impulso por comer?
Há pessoas que têm maior dificuldade para encontrar seus limites. Elas precisam aprender a diferenciar a necessidade de matar a fome do comer por mero impulso. Essa atitude é facilitada pelo fato de que hoje os alimentos calóricos estão sempre à mão e associados a encontros e reuniões agradáveis, sem falar no seu poder hedônico sobre o paladar. Além disso, temos que considerar que existem casos de distúrbios psíquicos, como os transtornos obsessivos e a própria depressão, cujos portadores sofrem ainda mais para se controlar. Quem está deprimido, por exemplo, busca em alimentos a alegria que lhe falta em outros momentos da vida.

No livro, o senhor diferencia o vício por comer e o vício por comida.
Sim, o primeiro é comportamental. O indivíduo não consegue ficar muito tempo sem comer, independentemente do que está à sua frente. Ele tem que se sentir mastigando, botando algo para dentro. O segundo se refere a algo específico, como o chocolate. O alimento-gatilho varia de pessoa para pessoa, dos gostos particulares, de como o corpo responde àquelas substâncias. Há ingredientes, como o açúcar, que funcionam como drogas e disparam uma sensação de válvula de escape.

Como seu método combate a compulsão?
Trabalhamos com o conceito de adição, ou vício, e com a mania de excesso. O problema não está no prazer despertado pelo alimento, mas no alimento em si e no efeito dele sobre o corpo. O método propõe a exclusão de alguns itens, como os carboidratos simples, porque eles incitam a vontade de comer. Estabelecemos essa noção de corte, a de medida ou quantidade das refeições e a da distância que se deve manter dos alimentos- gatilhos. A dieta tem de ser mais rígida e com poucas calorias, priorizando tudo o que gera maior saciedade. Somam-se a isso a prática de atividade física orientada e o trabalho psicoterapêutico. E, claro, depois do emagrecimento, temos de zelar pela manutenção do peso e do novo comportamento.

E essa estratégia funciona mesmo em gente muito gorda?
Os melhores resultados proporcionados pelas mudanças no estilo de vida e pelo acompanhamento clínico são vistos em pessoas extremamente obesas, que perdem 40, 50 quilos. Elas se curam inclusive de problemas como o diabete e a pressão alta.

Qual a sua opinião sobre os remédios para emagrecer e as cirurgias bariátricas?
Acredito que devemos dar uma oportunidade de o obeso mudar seus hábitos para emagrecer antes de receitar drogas ou mandá- lo à sala de cirurgia. Hoje há uma valorização excessiva dos medicamentos, o que não deixa de ser um reflexo da impotência dos médicos. O especialista deveria cuidar da cabeça do paciente, com uma atitude firme. Se ele o vê como um pobrezinho, sem ação, está condenando-o à sua doença.

Qual a grande dificuldade para um médico que lida com a obesidade? E a do paciente?
Para o médico, é lidar com as frustrações, perceber que o indivíduo não crê totalmente na sua capacidade de mudar. E, para o paciente, não é nada fácil manter o bom humor diante das restrições nem aderir 100% ao tratamento. O que nós, médicos, temos de fazer é convencê-lo de que a vida não pode se resumir a uma busca constante pelo emagrecimento. A saída definitiva para não ter de arcar com essa preocupação é mudar seu comportamento e seus hábitos.

Os pilares do emagrecimento, segundo Ravenna

• Cortar radicalmente carboidratos simples
• Porções reduzidas de alimentos, sempre selecionando itens que aumentam a saciedade
• Evitar situações que disparem a compulsão. E, claro, isso varia de indivíduo para indivíduo
• Atividade física orientada
• O maior diferencial: frequentar, até diariamente se for o caso, sessões de terapia em grupo, onde se trabalham questões como a autoestima e os gatilhos que levam a buscar — por ledo engano — alegria de viver na comida


25 de janeiro de 2012

To tentando. kkkk


Não se iluda com dietas de forma drástica que você encontra por ai...


"O simples fato de estar hipervigilante sobre a quantidade de comida que tem de ingerir (ficando inibida de comer algumas das coisas que gosta), pode originar um processo de desejo exacerbado, levando à instabilidade emocional, promovendo o descontrolo e consequentemente uma obsessão sobre os alimentos evitados.


De um ponto de vista mais fisiológico, o nosso organismo tem a capacidade de se adaptar, se lhe restringir alimento de forma drástica, o seu metabolismo pode entrar num processo de retardamento, o que naturalmente torna mais difícil a perda de peso."


MUDE A SUA VIDA E PERCA PESO, NÃO NECESSARIAMENTE AO CONTRÁRIO.


Você pode comer tudo, porém em equilíbrio. Os nutricionistas existem para poder auxilar nessa nova mudança, pois é preciso entender todo o seu metabolismo individualmente, e também o que pode estar prejudicando e o que pode ajudar na sua alimentação.


Para perder peso não entre em dietas radicais, mude seu estilo de vida e seus hábitos alimentares, assim você mantém a saúde e o peso desejável para sempre. Nutª Daih Dutra

24 de janeiro de 2012

Eu já e vc ???

Ontem mais pra hj depois de ficar jogando conversa fora com as amiguinhas no face fiquei enrolando e fui dormi quase as 2:00 da manha, isso que eu ia acordar cedo. kkkk

O Fabio chegou e eu nem vi que horas foi, sei que acordei assustada e ja era 9:30 não é muito tarde mas se fosse realmente treinar com a Elzinha tinha que ter chegado na academia antes das 8:00.

Levantei correndo para me ajeitar e fui para academia meu treino de hoje era para menbros superiores mas como a bendita academia tava lotada tive que intercalar o treino em várias partes e acabei fazendo até abdominal, mas tá valendo suei a beça.


Cheguei em casa 12:00 e fiquei enrolando no msn até 13:30 quando percebi a hora sai correndo para fazer almoço, e depois de comer o necessario e o desnecessario no finalzinho da tarde ainda fui convidada para comer churrasco na casa do meu irmão, fala sério em plena terça-feira !!!!

Só nos mesmos .

Jacada master em plena terça eu mereço....




Alimentação : Ok
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF : Tentando encontrar o Focooooooooooo
Pontos :  Sobrou :



23 de janeiro de 2012

Graças a Deus mais uma semana

Ufaaaa 

Finalmente conseguii acordar cedooooo.

Acordei as 7:00 me ajeitei rapidinho e fui para academia.

Cheguei lá mega motivada, até que enfim !!!!

Para compensar fiz 1 e 20 de Esteira intercalando entre rápido e devagar, hoje a Elzinha treinou mas não correu então fiquei no meu ritmo mesmo, uiiia suei em bicas.

Depois ainda fiz umas abdominais e fiz exercicios para o rosto, afinal essa é a melhor parte, kkkk

Voltei pra casa suadinha mais animadissima espero que essa animação dure.

Afinal estou realmente precisando.....

Por mais que eu corra com esses meus deslizes que nesses ultimos dias tem sido constantes tá parecendo que to participando a São Silvestre.....



Alimentação : Ok
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF : Voltiiiiii
Pontos :  Sobrou :

22 de janeiro de 2012

Domingo

. Domingoooo tempo de chuva meio estranho, meio chato eu sozinha e pra piorar minha vidinha sem internet.

Será que poderia ser pior acredito eu que não.

Os meninos acordaram cedo se arrumaram e sairam e a chatonilda aqui ficou panguando sozinha tambem só de raiva levantei da cama só depois das 11:00 e só levantei por que a mamys chamou, se não acredito eu que com a coragem que a pessoinha aqui anda tinha passado o domingo todinho na cama.



Fiquei enrolando na minha mãe e na hora do esquenta vim pra casa fazer alguma coisa ou melhor comer, algo quando a Cinthia minha ex-companheira de caminhada me chamou para ir na rua bater-papo e é claro que larguei a Regina Casé e as vovos malucas e fui conversar.

Já fazem 2 meses que ela começou a trabalhar e me abandonou.

Rimos bastante e reclamamos um tanto mais, ela porque esta sem treino e o corpão marombado que ela lutou para conquistar está entrando dentro de uma calça jeans 40. fala sério e euzinha reclamando que deu uma desmotivada e uma empacada, a balança tá de mal não abaixa os ponteiros nem com reza das bravas.

Depois de bastante papo desci pra casa para assistir O diabo veste prada e tirar meu sagrado cochilo de domingo.

Cochilei bastante até que os meninos resolveram voltar para casa e inventaram de comer pizza.

A draga aqui deu pulos de alegria, primeira pizza de 2012, bem mais que descontrolada comi 3 fatias e 2 copos de refrigerante.

Vai zoião depois a culpa é da balança !!!!

Ficamos assistindo tv o Caio dormiu e eu comecei assistir Panico e esperando para assistir doutor Rey mas para minha alegria teve um Apagão geral e eu tive que ir dormi.....

Alimentação : Fala sério !!!
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF : Folga
Pontos :  Sobrou :

21 de janeiro de 2012

Sabado na Balada,,, kkk só se for em sonho

Acordamos bem cedinho enrolei o Caio afinal ele em pleno sabado me resolve acordar a 6:00 fala sério, só esse meu filho pra dar uma dessa em pleno sabado.

Voltamos a dormi e ele acordou novamente as 8:00, só que não deu mais para enrolar, o Fabio logo chegou e pela primeira vez o meu Peixão não quis ir a aula de natação, achei bem estranho até olhei se ele não estava com febre ou algo do tipo, mas graças a Deus não estava, era só preguiça e o Fabio já tava na mesma aproveitou para dormiiiiii.

Ficamos até tarde na cama enrolando assistindo desenho.

Levantamos quase na hora do almoço, fomos na casa da mamys estendi umas peças de roupa que lavei ontem e por conta da chuva, de novo acabou não secando.

Minha mãe tinha ido ao dentista então ficamos um tempão esperando ela chegar, arrumamos almoço e conversamos bastante a tarde toda.

Para variar comi além do que devia mas não é novidade final de semana tá sendo osso, díficil controlar a draga que existe dentro da minha pessoa.


Alimentação : Ok
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF : Xiiiii
Pontos :  Sobrou :

20 de janeiro de 2012

Sextaaa


Olá

Hoje a sexta foi chata a bessa.

Pra começar acordei as 9:00, isso que queria ir na academia antes das 8:00.

Fala sério ainda bem que não tinha confirmado treino com a Elzinha senão tinha pisado na bola de novo.

O Problema é que estou tentando voltar a minha rotina mas cada dia que se passa acontece algo que me faz passar longe dela.

Ao invés de passar com a Nutri to pensando seriamente em marcar com a Psicologa ou Psiquiatra, sei lá alguem para conversar e tentar me entender, estava super animadissima com os resultados, sério mesmo feliz da vida por ter conseguido eliminar tantos quilos sem passar fome e sem tomar remédios mas de uns dias pra cá, a noite me animo faço vários planos de voltar a acordar mega cedo e ir para Gordovia, ai pronto me bate um desanimo uma preguiça e o pior uma decepção.

Tá complicado eu to mega me empenhando para aprender a ser dona de casa mas a cada dia me convenço mais e mais de que definitivamente nem que eu contrate uma profissional eu nunca irei aprender a ser organizada.

Snif snif.

A coisa é séria mesmo estou a ponto de botar fogo em tudo que não consigo manter em ordem mas pensando bem a não ira sobrar nada na casa....

Ai ferrou


Não nasci com a genética boa para esse tipo de coisa, disso eu tenho certeza.


Alimentação : Ok
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF : Xiiiii
Pontos :  Sobrou :

19 de janeiro de 2012

180 Postagens

....Uhuuu dia de comemoração

Oba hoje completei 180 post pra quem achou que não iria durar nem uma semana, kkk fiquei alegrinha.
No ínicio do meu 2º blog o outro nem lembro mais a senha, achei que seria só fogo de palha que iria começar e como tudo na minha humilde vidinha iria ficar largado as traças pela metade mas confesso que estava redondamente enganada e poem redonda nisso.

Esse meu cantinho tem me ajudado e muito na batalha contra balança e na luta pelo meu conhecimento interior.

Só tenho a agradecer as pessoas que passam por aqui e estão sempre me incentivando.

E pedir desculpas pelo meu constante mal humor.

Não sou tão chata assim pessoalmente. kkk

Mentira sou chata, reclamona e mal humorada mesmo detesto brincadeirinhas fora de hora e não trago disaforo para casa, de jeito nenhum.

Tenho feito de tudo e mais um pouco para mudar esse meu jeito meio maria-homen de ser, já tentei até usar maquiagem , salto-alto mas definitivamente não é minha praia.

Mesmo assim to na luta para um dia ter uma chance de recomeçar e ter uma vida melhor.

 Obrigada .......

 Peço sempre a Deus que cuide de mim e de todas (os) nós sempre.


Alimentação : Ok
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF : Retorno
Pontos :  Sobrou :

18 de janeiro de 2012

Passeando na casa da Bisavó Joaninha

Acordamos 10:00 enrolamos, assistimos desenho e depois nos arrumamos para ir na casa da Bisá.

Hoje eu não tava nem um pouco afim de sair de casa mas o senhorizinho Caio Felipe fez o favor de me lembrar que estou a 2 semanas prometendo que vou leva-lo na casa da minha vó Joana, então né já que promessa é divida bora eu andar moro e mais moro para ir até lá com ele.


Foi bem interessante, conversamos bastante durante o trajeto, vi pessoas que a tempos não via.

Chegamos na casa da vovys na hora do almoço, nada proposital. kkkk ahh tá

Almoçamos conversamos bastante e depois voltamos pra casa hj não ficamos muito tempo eu ando meio desanimada e cansada, e a minha vovys tinha aula de hidro hj a tarde e não gosto de atrapalhar os compromissos de ninguem, então matamos a saudade e voltamos para casa.

Passamos a tarde toda assistindo tv e depois fomos para casa da minha mamys tomar um cafézinho da tarde.
O Fabio chegou mais cedo do curso hj mas mesmo assim não tive animo para ir na academia, tbm não para mais de chover.!


Alimentação : Ok
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF :  Nada
Pontos :  Sobrou :

17 de janeiro de 2012

Mal humorada até as tampas

Hoje eu acordei com um humor do Cão.

Nossa isso que a TPM esta bem longe.

Mesmo a TPM estando bem longe do corpitio aqui eu ando meio que mal humorada, com vontade de brigar e de bater em alguem.

Na verdade eu detesto combinar alguma coisa com alguem e pisar na bola, e nos últimos meses isso tem acontecido com frequencia, essa não sou eu de verdade !
Sempre fui organizada em questão de compromissos e deveres agora mal consigo colocar a casa em ordem, a vida tá de ponta cabeça, Eu então vivo descabelada, mal arrumada e sem um pingo de amor próprio.

Ainda bem que não to descontando essa ansiedade toda na comida se não a uma hora dessas já teria explodido.


Alimentação : Ok
Água: Ok
Chá: Não posso +
Óleo de Cartamo : Ok
AF : Nada
Pontos :  Sobrou :